Notícias Gerais
 
05.Mar - Carlo Acutis poderia ser padroeiro da internet? Postulador de sua causa responde
Aumentar Fonte +
Diminuir Fonte -
Carlo Acutis poderia ser padroeiro da internet? Postulador de sua causa responde

Carlo Acutis morreu em 12 de outubro de 2006, quando tinha 15 anos. No entanto, sua pouca idade e sua doença não foram obstáculos para promover numerosos projetos de evangelização que ainda hoje continuam dando abundantes frutos.


 


Especialmente populares são suas exposições virtuais sobre diferentes temas de fé, sobretudo, a exposição sobre a Eucaristia.


 


Em declarações à ACI Stampa – agência em italiano do Grupo ACI –, o postulador de sua causa de beatificação, o jornalista Nicola Gori, destacou a alegria com a qual a família de Carlo recebeu as notícias de sua beatificação, “porque ter um filho que a Igreja reconhece como beato, sem dúvida, é uma grande satisfação para uma família cristã. Significa que as sementes do Evangelho frutificaram”.


 


O postulador reconheceu que a proposta para que Carlo Acutis seja proclamado oficialmente como padroeiro da internet “é uma proposta que muitos fizeram, no entanto, ainda é prematura”.


 


A primeira coisa que precisa acontecer é que “Carlo seja reconhecido pela Igreja como Santo, para poder fazer um pedido neste sentido. Certamente, sua familiaridade e sua capacitação no âmbito da internet eram universalmente conhecidos”.


 


Tanto é assim que "o Papa Francisco citou esse dom, destacando como soube usar os novos meios de comunicação social".


 


O postulador garantiu que “Carlo sempre teve como objetivo buscar a santidade, ou seja, viver plenamente em amizade com Deus. Jesus era para ele uma Pessoa viva, próxima, um amigo fiel a quem recorrer em todas as circunstâncias, por melhor ou pior que fosse”.


 


Realmente, “a vocação à santidade é universal; por isso, ainda hoje, muitos jovens podem glorificar o Senhor em suas vidas. Os testemunhos de santidade juvenil estão em toda a história da Igreja desde os primeiros séculos até os nossos dias”.


 


Uma vida a serviço da evangelização




O jovem leigo Carlo Acutis nasceu em 3 de maio de 1991 em Londres (Inglaterra), onde sua família residia por motivos profissionais, e morreu em Monza (Itália), em 12 de outubro de 2006.


 


Em setembro de 1991, a família Acutis se mudou para Milão (Itália).


 


Carlo fez a Primeira Comunhão aos 7 anos de idade e, desde então, sua vida foi marcada por um profundo amor pela Eucaristia, a qual considerava como “rodovia para o céu”.


 


Participava da Missa todos os dias e também rezava o terço, impulsionado pela sua devoção à Virgem Maria, a qual considerava sua confidente. Além disso, dava aulas de catecismo às crianças e ajudava as pessoas mais necessitada.


 


Sua intensa vida espiritual o levou a inventar o que alguns chamaram de um “kit para se tornar santo”, formado por Missa, Comunhão, Terço, leitura diária da Bíblia, confissão e serviço aos demais.


 


Além disso, Acutis desenvolveu seu talento pela informática desde pequeno e foi considerado um gênio por adultos que o conheciam.


 


Assim, uniu seu amor pela informática com seu zelo evangelizador e criou exposições virtuais sobre temas de fé. Uma das mais destacadas foi realizada aos 14 anos e foi sobre os milagres eucarísticos em todo o mundo.


 


Quando foi diagnosticado com leucemia, Acutis decidiu oferecer seus sofrimentos pelo Papa e pela Igreja Católica. Faleceu em 12 de outubro de 2006, dia da festa da Virgem do Pilar, aos 15 anos.


 


Seus restos mortais descansam no Santuário da Spogliazione (Despojamento), local onde São Francisco de Assis deixou tudo para seguir o Senhor.


 


Em 2007, Nicola Gori publicou o livro "Eucaristia. Minha rodovia para o céu: Biografia de Carlo Acutis” e em 2016 apresentou o texto “Um gênio da informática no céu: Biografia de Carlo Acutis”.


 


A fase diocesana de sua causa de beatificação foi aberta em 15 de fevereiro de 2013 e concluída em 24 de novembro de 2016. Esteve a cargo da Arquidiocese de Milão.


 


Em 14 de novembro de 2019, foi realizada a Consulta Médica da Congregação para as Causas dos Santos, data na qual os peritos médicos expressaram a opinião positiva sobre um possível milagre atribuído à intercessão do Venerável Carlo Acutis.


 


Naquele então, Nicola Gori disse em declarações à ACI Stampa que o dicastério do Vaticano havia recebido o dossiê de "um suposto milagre ocorrido no Brasil de uma criança".


 


Por sua vez, o bispo de Assis-Nocera Umbra-Gualdo Tadino, Dom Domenico Sorrentino, disse que "espera-se que a beatificação não esteja longe" e acrescentou que "continuamos rezando para que o Senhor queira glorificar o seu servo em breve, incentivando o caminho de santidade de toda a Igreja, especialmente dos jovens".


 


Fonte: ACI Digital


Indique a um amigo
 
Newsletter

CADASTRE-SE

CADASTRE SEU E-MAIL E RECEBA NOTÍCIAS ATUALIZADAS DO IBMC
  • ibmc@ibmc.com.br

  • Copyright © 2020 IBMC - Instituto Brasileiro de Marketing Católico. Todos os direitos reservados.