Notícias Gerais
 
20.Dez - Diante do presépio, rezemos pela paz, pede Papa Francisco
Aumentar Fonte +
Diminuir Fonte -
Diante do presépio, rezemos pela paz, pede Papa Francisco

Ao final da catequese desta quarta-feira, 20, o Papa Francisco expressou, uma vez mais, a sua dor diante dos conflitos mundiais, como na Terra Santa e na Ucrânia. Preocupação, em especial, pelas crianças que são vítimas dessas guerras. Outros dois apelos do Santo Padre foram pelos afetados pelo terremoto na China e por uma explosão em Conacri, na Guiné.


 


Francisco voltou a dizer que os únicos que ganham com os conflitos são os fabricantes de armas. “Por favor, pensemos na Palestina, em Israel. Pensemos na Ucrânia – está presente aqui o senhor embaixador – a atormentada Ucrânia, que sofre tanto. E pensemos nas crianças na guerra, as coisas que veem. Vamos ao presépio e peçamos a Jesus a paz. Ele é o príncipe da paz”.


 


Apelo pelas vítimas do terremoto na China


O Pontífice também se manifestou com relação ao terremoto de magnitude 6,2 que atingiu as cidades chinesas de Gansu e Quinghai, no nordeste do país, na última segunda-feira, 18.


 


O número de mortos continua aumentando: já são quase 200 mortos e cerca de 500 feridos. “Estou próximo com afeto e oração às populações que estão sofrendo, encorajo os serviços de socorro e invoco sobre todos a bênção do Todo-Poderoso, para que traga conforto e alívio na dor.”


 


Explosão na Guiné


Com igual preocupação, Francisco expressou sua proximidade às famílias dos mortos e feridos na explosão ocorrida em Conacri, capital da Guiné. Oito pessoas morreram e 84 ficaram feridas na madrugada de segunda-feira, quando o principal terminal de petróleo da África Ocidental explodiu. “Expresso minha proximidade às famílias dos falecidos e dos feridos. Deus os ampare e lhes dê esperança”, disse o Papa.


 


 Fonte: CN Notícias 


Indique a um amigo
 
Newsletter

CADASTRE-SE

CADASTRE SEU E-MAIL E RECEBA NOTÍCIAS ATUALIZADAS DO IBMC
  • ibmc@ibmc.com.br

  • Copyright © 2024 IBMC - Instituto Brasileiro de Marketing Católico. Todos os direitos reservados.