Notícias Gerais
 
21.Dez - O Papa: ser missionários do Evangelho começando dos ambientes em que vivemos
Aumentar Fonte +
Diminuir Fonte -
O Papa: ser missionários do Evangelho começando dos ambientes em que vivemos

Mariangela Jaguraba – Vatican News


O Papa Francisco recebeu em audiência, neste sábado (18/12), na Sala Clementina, no Vaticano, as crianças da Ação Católica Italiana.


Cada pessoa é única


"Na medida para você" é o tema, deste ano, do caminho de crescimento na fé dos adolescentes. O Papa gostou deste tema e disse: "É bonito pois cada um de nós é uma pessoa única".


Nós não somos fotocópias, somos todos originais! A coisa ruim é quando queremos imitar os outros e fazer as coisas que as pessoas fazem, que os outros fazem, e passamos de originais a fotocópias. Isto é ruim: cada um deve defender sua própria originalidade. O Beato Carlo Acutis, contemporâneo de vocês, repetiu isto muitas vezes e, de fato, é importante que cada um de vocês use com alegria, todos os dias, a "roupa" de sua própria originalidade, de sua própria personalidade.


O Papa disse aos adolescentes que Jesus os ama assim como eles são e com o aproximar-se do Natal, Francisco lembrou que Jesus veio ao mundo criança e acredita num mundo "na medida de uma criança".


Ele nos fez entender isso ao nascer em Belém e ainda hoje se faz próximo das crianças de cada país e de cada povo, e o faz todos os dias. Este é o estilo de Deus, que se descreve em três palavras: proximidade, compaixão e ternura. Este é o estilo de Deus: não é outro.


Ir ao encontro de Jesus


A seguir, o Papa disse que "é possível ser missionários do Evangelho em todos os lugares, começando dos ambientes em que vivemos: na família, na escola, na paróquia, nos locais esportivos e de diversão. Mas para fazer isso, para assumir o estilo de Jesus, para ser suas testemunhas, é preciso primeiro estar perto dele, abrir espaço para ele. Não tenham medo de dedicar tempo a Ele na oração, de falar com Ele, com Jesus, sobre seus amigos, de pedir-Lhe ajuda nas dificuldades, de conversar com Ele quando estiverem felizes ou tristes".


Segundo Francisco, Jesus fará as crianças "crescerem naquela nobreza que uma pessoa tem quando toma sobre si sua própria medida". Citou o exemplo de Gino Pistoni, um jovem que morreu aos 20 anos, em 1944, durante a II Guerra Mundial, enquanto socorria um soldado inimigo ferido. Ele fazia parte da Ação Católica de Ivrea. Em sua mochila estava a escrita: “Ofereço minha vida pela Ação Católica e pela Itália, Cristo Rei”. À luz dessa vida doada, Francisco disse aos adolescentes: "Cada um deve se expressar com tudo o que tem", olhando para Jesus. Convidou os jovens a encontrarem Jesus "na missa, especialmente quando fazem gestos de partilha e solidariedade para com os outros, quando estão perto de que está sozinho, sem amigos, em dificuldade, perto de quem sofre", inclusive da idade deles.


O presente a Francisco para os pobres


As crianças da Ação Católica doaram ao Papa alguns sacos de dormir e material de higiene pessoal, para serem oferecidos como um presente àqueles que estão em necessidade, porque na grande família em que são educadas, com a ajuda de assistentes e animadores, elas sentem a beleza de uma mensagem - a do Papa - que vem "mostrando uma nova Igreja, cujas portas estão abertas, bem abertas para o mundo e na qual os fiéis não fiquem parados, mas se entregam a fim mostrar a beleza do Evangelho de Jesus".



Fonte: Vatican News

Indique a um amigo
 
Newsletter

CADASTRE-SE

CADASTRE SEU E-MAIL E RECEBA NOTÍCIAS ATUALIZADAS DO IBMC
  • ibmc@ibmc.com.br

  • Copyright © 2022 IBMC - Instituto Brasileiro de Marketing Católico. Todos os direitos reservados.